BLOG

Publicado em por admin

Porque a redução do lixo é importante para nossa sociedade

Você já parou para observar e contar a quantidade de vezes em que joga algo no lixo? Muitas vezes sequer nos damos conta da quantidade de lixo que produzimos! O crescimento na geração de resíduos nos últimos 30 anos aumentou três vezes mais do que a população urbana. Isso significa que atualmente nós produzimos cerca de 1.4 bilhões de toneladas por ano, algo em torno de mais de 1kg de lixo por pessoa. 

Outra pesquisa indicou que o Brasil gerou, em 2018, cerca de 79 milhões de toneladas de lixo, o maior número entre os países da América Latina

Como o crescimento de lixo impacta em nossa sociedade? Alguns pontos são preocupantes neste aspecto. Há aumento de custos para a realização da coleta e tratamento e necessidade de espaços cada vez maiores para a disposição do lixo. Afinal, não existe necessariamente um “jogar fora”. O lixo que você descarta vai parar em aterros. E quando o lixo não vai para estes lugares, há contaminação do solo, ar e água, desencadeando problemas urbanos, como enchentes ou entupimento de redes de drenagem.

Como dar o destino adequado a cada tipo de lixo:

Papéis: praticamente todos os tipos são recicláveis, inclusive caixas do tipo longa-vida e de papelão, papel laminado, nota fiscal, envelope, jornais e revistas. Porém, precisam estar limpos e secos. Podem ser dobrados ou picados, mas não amassados. O isopor é reciclável e deve ser colocado no recipiente coletor de plásticos.

Não são recicláveis: papel celofane, papel plastificado, papel parafinado, papel carbono, papel de fax, fotografias, papel toalha, guardanapo e papéis sanitários.

 Vidros

O vidro pode ser infinitamente reciclado e praticamente todos os tipos são recicláveis, exceto lâmpadas, cristais, espelhos, vidros temperados, louça, cerâmica, porcelana, óculos, pirex e vidros especiais, como tampo de forno e micro-ondas.

Metais

São recicláveis: enlatados, ferragens, arames, chapas, canos, pregos, parafusos, cobre e alumínio.  Clipes, grampos, esponjas de aço, latas de verniz e latas de produtos tóxicos não são recicláveis.

Plástico

Praticamente todo tipo de plástico é reciclável. Não se recicla: adesivos, acrílico e cabos de panelas.

Alguns produtos não podem ser descartados no lixo e precisam de recolhimento especial. São estes: lâmpadas fluorescentes, por conter mercúrio, cartuchos e toners; pilhas e baterias, eletrônicos velhos/quebrados, pois podem conter chumbo, bromo, mercúrio e cádmio, metais perigosos.

Reduzir a produção de lixo também é essencial para reduzir os impactos de todo o caminho que o lixo percorre. Ao invés de utilizar itens descartáveis, opte por objetos que possam ser reutilizados, pratos, copos e talheres. Ao realizar compras, leve sua sacola reutilizável ou prefira caixas de papelão ao invés das sacolas plásticas. São pequenos passos, mas que fazem a diferença no meio ambiente!

Categorias: Blog. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − sete =